1

Protegendo seu iPhone e iPod

Eles são atrativos, coloridos, cheios de luzes e barulhinhos. Como não querer brincar com o iPhone e o iPod da mamãe e do papai? Nós ficamos aflitos em ver aquele aparelho, tããããão caro, nas mãozinhas nada cuidadosas das crianças. Caiu, já era! Quem pode, faz um investimento maior e compra um só para o filho, principalmente quando ele começa a querer também porque o amiguinho da escola já tem o dele. Nósenhora!!! Bom, para proteger, é bom apostar em materiais que sejam resistentes e, mesmo assim, sejam  alegres e divertidos. Alguns fabricantes já pensam assim. Dá só uma olhada nesses cases, destinados ao público infantil.

Começando pelo Survivor Griffin, construído e testado em grau militar e que é super resistente a quedas, chuva e areia. Tem cores lindas, como esse rosa. Cada um custa U$39,99 no site da Griffin.



Esse outro, é um pouco mais sério e mantem o padrão dos cases para adultos. O que chama atenção nele é que tem três camadas projetadas para proteger contra choques, amassados e arranhões. Disponível em seis cores diferentes e cada um custa U$39,95. Achei esse vermelho lindão!!! A venda na Otterbox 




Já essa fofurice aqui é da Fischer Price. Serve para as crianças menores e não menos curiosas. Você pode proteger o seu próprio iPhone, dando para o bebê brincar um pouco com ele. É tipo um mordedor e você pode baixar aplicativos educativos, como músicas, por exemplo, e deixar a criança desfrutar da brincadeira tecnológica. Os dedinhos ficam impedidos de acessar outros arquivos acidentalmente, e evitar envio de mensagens ou ligar para o chefe. Já pensou, que mico? Além, claro, de proteger o aparelho. Custa U$24,99. Não é lindo?!


Esse é de apaixonar! Um bicho estranho, todo fofinho!! O Woogie 2  é peludo, um amigo cinco patas. Disponível nas cores azul e rosa. As funções são como as citadas acima, do case da Fischer Price. Custam U$19,99 e estão a venda no site da Griffin.



E para encerrar, esse case interativos que permite trocar os olhos e a boca, criando um look diferente todo dia! Cada case vem com três bocas e seis olhos. É só tirar um e colocar o outro. Não é legal? Se chama Faces e está a venda também no site da Griffin.





Leia Mais ►
0

Dica de leitura

Cuidados exagerados: Quando o zelo interfere no desenvolvimento da criança. Esse é o tema do livro do pediatra Sylvio Renan. Recebi um release por e-mail e, de cara, me identifiquei muito com o assunto. Até tinha comentado em casa que preciso mudar algumas atitudes em relação a meu pequeno, urgente!! Nunca pensei que fosse tão super protetora como estou sendo com ele! Sempre acho que ele está melhor comigo do que com qualquer outra pessoa. Reconheço e sei que preciso mudar. Enfim, achei que o livro pode ajudar. Vou correndo procurar um exemplar! 

Para pediatra, superproteção dos pais pode ser prejudicial ao crescimento natural dos filhos

Cuidado, carinho, diálogo e atenção são extremamente importantes para o desenvolvimento e crescimento de toda e qualquer criança. É dever de todo pai e de toda mãe cuidar de seu filho, dando-lhe segurança, proteção e amor. Diariamente somos bombardeados com notícias sobre violência, doenças e demais perigos que assolam nosso país e o mundo, e geram inseguranças em todos nós.

Para o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, estes fatores aumentam a preocupação e as aflições, fazendo-nos proteger ainda mais nossas crianças. “Obviamente, cuidados são necessários, mas, e quando essa função de protetores e zeladores ultrapassa os limites e acaba atrapalhando no desenvolvimento da criança?”, questiona o médico da MBA Pediatria.

Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria, Sylvio Renan é defensor do amor e do diálogo entre pais e filhos, mas faz algumas ressalvas: “Toda criança precisa de atenção e cuidados especiais. Porém, nossos pequenos necessitam, também, crescer e descobrir um mundo repleto de desafios e gostosuras. Mas para saber como, onde e o que escolher e se definir, precisarão ter a chance se ´aventurar´. Claro, sempre com amor, diálogo e sob o olhar atento de pais e responsáveis”.

Sylvio Renan
 diz ainda que é preciso que os adultos – incluindo também os responsáveis na escola - permitam a seus filhos liberdade, ensinando responsabilidade. Segundo o pediatra, autor do livro "Seu bebê em perguntas e respostas - Do nascimento aos 12 meses", privar e superproteger interfere no progresso, seja físico ou psicológico da criança. “Proteção exagerada pode gerar instabilidades, receios, ansiedades e angústias, dificultando que estas crianças se tornem indivíduos adultos independentes”, complementa.

Por fim, o pediatra aconselha que se dê aos filhos a oportunidade de crescer como pessoa, de poder enxergar o mundo com seus próprios olhos, de viver momentos mágicos, encontrar desafios e novas descobertas, superar seus medos e inquietações. “Isso faz parte do desenvolvimento de qualquer pessoa. Lembre-se: Quem ama, cuida. Quem ama, permite! Mas também disciplina e impõe limites!”.

Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros 

O dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros, autor do livro "Seu bebê em perguntas e respostas - Do nascimento aos 12 meses", é médico formado em 1974 pela Faculdade de Medicina do ABC. Especializou-se em pediatria na Unifesp/EPM, obtendo em seguida título pela Sociedade Brasileira de Pediatria.
Além de curso de especialização prática pela General Pediatric Service da University of California - Los Angeles (Ucla) e a participação em diversos simpósios do setor, dr. Sylvio atuou por quase 30 anos no Pronto Socorro Infantil Sabará e foi diretor técnico do Hospital São Leopoldo, cargo que deixou para se dedicar ao seu consultório, a MBA Pediatria, e à literatura médica para leigos. 
 
Leia Mais ►
0

Combinações de vitaminas


A nutricionista Claudia Lobo, autora do livro Comida de Criança (MG Editores), dá dicas de receitas com combinações deliciosas e inusitadas. Vamos apostar numa dessas?

O preparo de todas é o mesmo: bata os ingredientes no liquidificador e sirva frio – o ideal é não coar para preservar as fibras das frutas. Rendem um copo. Confira: 
Pera com banana
 
Ingredientes: 

1 ½ fatia de abacaxi 
½ banana-prata 
½ pera com casca 
½ copo de leite 
* Deve ser consumida imediatamente após o preparo. 



Abacate com mamão

Ingredientes: 

½ copo de leite 
¼ de abacate maduro 
¼ de mamão papaia 
* Deve ser consumida imediatamente após o preparo. 
Abacaxi com damasco

Ingredientes: 

1 fatia de abacaxi 
½ banana 
½ xícara de iogurte natural 
2 damascos secos 
* O ideal é consumi-la em até 30 minutos (sob refrigeração).


Leia Mais ►
0

Playgrounds diferentes!

Vamo Combinar? Se fizermos uma avaliação geral nos playgrounds, vamos encontrar muita coisa igual, não é verdade? Balancinhos, casinhas de madeira, brinquedos feitos de concreto... Mas espaços para brincar como esses aqui, são simplesmente incríveis e surpreendentes!! Vamos viajar pelo mundo? Começando por esse aqui, no Parque Belleville, em Paris. O parque foi projetado e inspirado em paisagens de montanha, com tapetes voadores e fortalezas medievais. Ele está localizado numa enconsta íngreme e tem um curso de escalada com diferentes inclinações para diferente níveis e faixas etárias. Vocês deixaria seu filhote brincar aí???





Esse outro fica no Japão e devem ser super antigos. São inspirados em elefantes de pedra. Não gostei muito. Achei sem cor, sem graça, muito cinza e frio.


Agora esse aqui, na Alemanha, achei mega curioso!!! Olha só o tamanho dessas gangorras, no Parque Tilla Durleux, em Berlim. Fala sério!! Como é que a criança vai interagir com a outra láááááá na ponta? kkkkkkkkkkkkk



Já um designe holandês criou alguns parques deslumbrantes no Melis Stoke Parke, em Haia. Eles foram concebidos para crianças com deficiência mas qualquer uma pode brincar. Tem parede de escalada feita com madeira, escalada rodada com área interma, balanço com corda, areia e muito mais. É um bom exemplo de design fantástico em pequena escala.



Já esse aqui, em Amsterdã, achei mega perigoso. Mas criança deve adorar!!!


Agora, o meu preferido, na cidade alemã de Wiesbaden!!! Olha se não dá vontade de brincar também!!!







Leia Mais ►
0

Nananenem e Cat-Us sorteiam um iPad! Participe!!

Leia Mais ►
0

Brigadeirão de microondas

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 xícara de chá de chocolate em pó
1 colher de sopa de manteiga
3 ovos

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Despeje em um pirex untado com manteiga.
Leve ao microondas em potência máxima por 10 minutos. Enfeite com chocolate granulado deixe esfriar e depois leve a geladeira.
Leia Mais ►
0

Festa dos sonhos!

Adoooro ver fotos de decoração de festas! E o que me chama atenção é que elas estão ficando cada vez mais "simples", digo, aquela festa de mesa cheia de coisa, com painel atrás, bolas, está quase acabando. Hoje, o menos é mais. Basta saber arrumar, combinar, decorar e tudo fica lindo!!! E cada vez mais sofisticado! Vamos nos inspirar nessa festinha onde o tema foi a Rapunzel? Olha só a combinação de cores, a mesa com pouca coisa e linda mesmo assim! Hoje em dia, tem um monte de gente que investe em lembrancinhas e adereços personalizados. É só escolher e encomendar. Fica a dica!










Leia Mais ►
0

Intimidade: cada um tem a sua!

Passear pelado pela sala, soltar um pum em família, tomar banho de porta aberta... tem certo e errado? O que você deve saber para que todos fiquem confortáveis com as regras da casa

Diga a verdade: quando seu filho era só um pequeno bebê de colo, você e todos a sua volta achavam uma graça quando ele arrotava depois da mamada. É inclusive uma recomendação pediátrica: colocar o bebê para arrotar. E a grande maioria dos pais já achou engraçado algum “ataque” de gases ou de cocô que sofreu na hora de trocar uma fralda.
Mas, com o passar dos anos, todas essas coisas fisiológicas e que têm relação com o corpo vão virando um assunto a mais para se preocupar. Até que idade é inofensivo tomar banho na frente das crianças? E quando for ao banheiro, deve-se ou não fechar a porta? Dentro de casa, pode soltar pum e arrotar na frente dos outros? Como eles vão aprender que em outros lugares não é legal? Será que nem em casa pode? E como é mesmo que os gases se transformam de uma coisa graciosa para algo inaceitável?
Essas questões fazem parte de mais um daqueles temas na educação dos filhos em que não há certo ou errado. Cada família, cada cultura tem seu jeito e modo de agir. Na Arábia Saudita, por exemplo, arrotar após as refeições é um jeito de demonstrar que se gostou da comida. Já nas regras sociais do Brasil, essas manifestações, assim como mostrar as partes íntimas do corpo, são consideradas aceitáveis apenas na privacidade, que nem sempre é dividida com os outros. “Lidar com seu organismo na frente de outras pessoas da casa faz parte da construção da intimidade, que tem diversos âmbitos. Há a afetiva, a intelectual e a física, que envolve tudo isso. E existe quem tenha uma intimidade física muito grande, mas não a afetiva, e vice-versa. Por isso que não tem como dizermos o que é melhor ou pior”, explica o psiquiatra Alexandre Saadeh, do Pro-Sex (Projeto Sexualidade) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.
Por conta dessa discussão ser tão particular e deixar muita gente sem jeito, nada mais normal que você tenha muitas dúvidas sobre como agir com seus filhos. E vale falar que, mesmo entre os especialistas, há opiniões diferentes: eles, como todos nós, levam em conta a educação que receberam dos pais e as regras que estabeleceram em suas casas!
Isso significa que não, nós não vamos dizer aqui nestas páginas algo como “pode” ou “não pode” para as questões do começo da reportagem. A decisão vai caber a você e a seu companheiro, ou companheira, levando em conta o que deixa todos à vontade e confortáveis dentro de casa. Mas existem outras perguntas que têm respostas, sim. E essas podem ajudá-lo a saber se a maneira como vocês estão agindo traz algum prejuízo para a educação e para a saúde dos filhos.
Cada casa de um jeito
Para as famílias que preferem ser mais reservadas, por exemplo, como é o caso de Luciana Proença Viotti, 39 anos, é importante esclarecer que segurar os gases, seja um pum ou um arroto, não faz mal nenhum ao organismo. Luciana tem quatro filhos: Izabella, 17, Gabriela, 14, João Henrique, 10, e Gustavo, 1 ano e meio, e sempre ensinou a todos que eles deveriam segurar os gases e fechar a porta para ir ao banheiro. “Na hora a criança pode sentir um pouco de desconforto, mas ele passa rápido e não causa problema algum”, explica o pediatra Alessandro Danesi, do Hospital Sírio-Libanês (SP). Ele explica que, a partir de 4 anos, a criança já consegue compreender o que está fazendo e pode aprender a segurar qualquer uma de suas necessidades por mais tempo, sejam elas o xixi ou o cocô ou gases intestinais e estomacais.
Luciana conta que os filhos mais velhos nunca tiveram problemas em seguir as regras, mas que agora está passando por uma nova etapa com João Henrique. “Ele é menino e desde que fez 9 anos entrou na fase em que não gosta de tomar banho, acha engraçado soltar um pum ou arrotar na frente dos outros, essa rebeldia de quem está quase adolescente. Ou seja: cá estou eu repetindo tudo de novo...”, fala com bom humor.


Leia Mais ►
0

Planos de saúde têm prazo para marcar consultas


Já está em vigor a nova regra da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que estipula prazos máximos de três a 21 dias para agendamentos de consultas médicas. Com isso, os beneficiários de planos de saúde não podem esperar mais do que sete dias por uma consulta nas áreas de pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia.
A norma determina que todas as operadoras devem oferecer pelo menos um serviço ou profissional em cada área contratada. Nos casos de ausência de rede assistencial, o plano deverá garantir o atendimento em prestador não credenciado no mesmo município ou o transporte do beneficiário até um prestador credenciado, assim como seu retorno à localidade de origem. Nesses casos, os custos correrão por conta da operadora. Além disso, o consumidor pode procurar atendimento não credenciado ao plano e solicitar reembolso à operadora.
Leia Mais ►
0

Suflê fácil de fazer


De legumes e aveia
Tempo de preparo: 60 minutos
Rendimento: 4 porções

Ingredientes:300 g de brócolis cozidos e cortados
1 cenoura média cozida e cortada em pedaços pequenos
300 g de couve-flor cozida e cortada
300 g de queijo de minas passado no processador ou ralado
10 colheres (sopa) bem cheias de aveia em flobos finos
3 ovos

Preparo:
Coloque todos os legumes cozidos em uma tigela. Bata os ovos à mão separadamente e incorpore aos legumes. Junte a aveia e a metade do queijo de minas e misture delicadamente. Unte um pirex, coloque a massa e polvilhe com o restante do queijo. Leve para assar em forno médio. Estará pronto quando o queijo ficar dourado.

Fonte: Viviane Pereira, nutricionista da Rede Mundo Verde (SP)
Leia Mais ►
0

Situações que pai e mãe conhecem bem

Esse post catei no BemLegaus!As gravuras mostram algumas situações e posições que pai e mãe conhecem bem quando o filho insiste em dormir na cama deles. Não tem como não se identificar com uma delas. As ilustrações são super divertidas e dispensam tradução. Vale a pena conferir!!!







Leia Mais ►
0

Prévias de carnaval em Maceió


E o carnaval chegou! Em Maceió, os festejos acontecem uma semana antes da folia. Ou seja, para quem quer descansar, a capital alagoana é uma ótima pedida durante os quatro dias da festa de momo. E olha que minha cidade é linda de viver, viu? Tem praias de águas morninhas, piscina natural e mais um monte de atrativo para quem quer ficar longe da folia. Maaaaasssss, as prévias são esperadas com grande expectativa. Na verdade, começaram semana passada e essa semana, tem muito mais. Na sexta-feira, o Jaraguá folia, com 72 blocos desfilando pelas ruas do histórico bairro. Gente, é superhipermega tranquilo, programa para a família inteirinha!!! Começa por volta das 20h e vai atééééé quando as pernas aguentarem. Os blocos saem de uma praça e desfilam pelas ruas tomadas pela multidão. Um atrás do outro, sem intervalos. Todos tocando muito frevo!!! Os blocos não têm corda, viu? Tudo numa grande democracia da folia!! Quem não tiver pique para acompanhar um e correr para acompanhar outro, pode ficar na calçada mesmo, só vendo a folia passar.

No dia seguinte (e muita gente emenda uma festa com a outra), é a vez do Pinto da Madrugada, uma tradição de mais de 10 anos! O único detalhe que pode atrapalhar a folia é o calor, quase insuportável, que faz. O Pinto não sai cedinho, como o Galo em Pernambuco. Por isso, se estende até o começo da tarde. E a multidão que ele arrasta é impressionante!! Várias bandas de frevo se espalham pela avenida mais linda do mundo, na orla marítima! E, igualmente ao desfile de Jaraguá, é super tranquilo! Quem não tiver fôlego para acompanhar, vale levar uma cadeirinha e ficar no jardim do canteiro da praia.


 Bom, em qualquer uma das festas, quem for levar os filhos, deve ter cuidado redobrado, principalmente com os excessos. Avaliar bem a roupa, não exagerar na fantasia, cuidado com o sol, com o calor excessivo, com a hidratação, com os alimentos oferecidos e, principalmente, não tirar os olhos dos pequenos. O Corpo de Bombeiros distribui umas pulserinhas de identificação que são perfeitas! Confira outras dicas:


Cuidados básicos.....................................
- Quem vai assistir ao desfile do Pinto da Madrugada das sacadas de seus apartamentos, por exemplo, devem colocar redes de proteção, pois como as crianças têm o costume de se pendurarem para poderem enxergar, há o risco de queda. O corpo da criança facilita que ela se desequilibre. A cabeça corresponde, em média, a 25% do seu peso total. Em um adulto, o índice é de 6%.
- As fantasias devem ser leves e de tecidos arejados. Tenha cuidado com objetos e acessórios pontiagudos.
- Cuidado com lantejoulas, pois se soltam com facilidade.
- Se for fazer pintura no rosto, os pais devem procurar tintas específicas para essa parte do corpo e voltadas para o público infantil,
- Cuidado com as máscaras, principalmente as de material sintético, podem impedir a respiração.
- Ao estourar bexigas e balões, as crianças podem engolir os pedaços pequenos de borracha.
- Não compre armas de brinquedos, pois estimulam a violência.

Quem vai participar de carnaval de rua não deve deixar que as crianças se afastem muito. Além do risco de se perderem, elas podem sair do trecho indicado de segurança e serem atropeladas. Não basta avisar os pequenos sobre o perigo, os pais devem supervisioná-los sempre.

A preparação das fantasias também exige atenção. Peças e acessórios pequenos podem se soltar e serem engolidas. Os pais devem evitar fantasias com cordões, cintos e faixas soltos, para que não haja risco de sufocação.


Leia Mais ►
0

Comida de nenem: Mini Pizza de pão de forma

Ingredientes:
Pão de forma
Mussarela
Presunto
Tomate
Orégano
Ketchup, mostarda e maionese, se você gostar.

Modo de fazer:
Tire as bordas do pão de forma.
Passe a mussarela e o presunto no ralador.
Corte o tomate em rodelas finas.

Passe ketchup nos pães, coloque a mussarela, o presunto, e salpique um pouco de orégano. Com a ajuda de um adulto coloque no forno até derreter o queijo. Agora coloque as fatias de tomate. Tempere com os molhos que você gostar e bom apetite!
Leia Mais ►
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...